Informe seu e-mail para receber nossa Newsletter:

Newsletter:

Esportes

Cidade: CAPÃO BONITO


esporte: CANOAGEM

Rio Paranapanema
A Canoagem neste Rio exige do aventureiro um certo cuidado e atenção. O passeio transcorre em meio a uma floresta totalmente fechada sem acessos exceto pelo ponto de entrada de saída do Rio.
Os barcos serão canoas infláveis com capacidade de duas pessoas. O Rio é totalmente preservado, pois não existe nada além de Florestas protegidas pelo Estado e ONGs desde a nascente até o ponto de saída. É um Rio que preferencialmente deve ser feito em épocas de chuvas (outubro a março). Com muitas corredeiras e alguns saltos de 3 e 4 metros o Rio é considerado de nível IV.
É um passeio muito apreciado por amantes da natureza e apaixonados por adrenalina, pois tem a possibilidade de navegar em um Rio excitante e em áreas praticamente intocadas pelo homem além de estarem correndo o risco de poder observar animais em seu meio natural. É um passeio que lhe dará ótimas lembranças e com certeza uma idéia real do que é uma Floresta de Mata Atlântica.

Rio Conhas
No Rio Conchas o passeio só é possível ser feito em época de chuvas (outubro a março), pois a caixa do rio é pequena.
O trecho a ser percorrido, esta em sua maior parte em áreas preservadas de Mata Atlântica fechada sem acesso por terra onde a floresta se encontra por sobre o rio tornando o passeio sombreado.
O Rio possui cachoeiras de até 5 metros onde o aventureiro poderá sentir o verdadeiro sentido do termo "frio na barriga".

Rio Guapiara
O passeio do Rio Guapiara é ideal para pessoas inexperientes em canoagem e pessoas que gostam de observar a natureza sem se preocupar com grandes riscos.
O Rio nasce na Serra de Paranapiacaba e desce fazendo a divisa dos municípios de São Miguel Arcanjo com Capão Bonito. Grande parte do Rio atravessa o Parque Estadual Carlos Botelho e fazendo divisa com propriedades em áreas de APA sendo assim suas águas sem poluição e Florestas totalmente preservadas.
O Rio é considerado de Nível II sendo assim com saltos de no máximo de 1 metro e corredeiras não maiores que 200 metros e médio desnível.

esporte: CAVALGADA

Cavalgar por sobre as montanhas de serra do Paranapiacaba com travessia das águas geladas e cristalinas em meio a pedras e corredeiras. À medida que começa a subir, a comitiva divide a visão entre o rio e ao longe a visão panorâmica da Mata Atlântica que cobre toda a serra até a virada do sertão dos Agudos Grandes.
Local: Fazenda Rio das Conchas

esporte: OFF-ROAD

Trilha do Amendoim
A trilha do amendoim é ideal para um passeio de off road e percorre antiga estrada de madeireiro por dentro de floresta fechada e preservada. Esta trilha leva até a beira do rio Paranapanema.

esporte: TREKKING

TREKKING DAS TRÊS BARRAS
O Trekking das Três Barras consiste em uma caminhada de aproximadamente 12 km por trilha no meio da Mata Atlântica com travessias de rios e caminhada por dentro deles em uma floresta totalmente preservada com uma riqueza incrível de fauna e flora podemos observar, com alguma sorte, vários pássaros e animais em seu habitat natural tais como, azulão, saripocas (pequenos tucanos), sabiacica, tiziu, é uma região povoada por macacos mono carvoeiro (o maior primata das Américas) que esta em risco de extinção além de micos, antas, pacas, tamanduás. O local também abriga onças do tipo parda e pintada, porém de difícil observação.

Sua existência é comprovada mais por seus rastros e evidências e muito poucos encontros. Com relação à flora a região é riquíssima em orquídeas e bromélias além de palmito Juçara e uma gama enorme de plantas. O percurso pode ser vencido em um único dia, mas é recomendável que se faça em dois uma vez que existem cachoeiras no caminho.

Chama-se três Barras, pois é um lugar onde três rios se encontram em um mesmo ponto, sendo eles o Paranapanema, Barra do Meio e Barra da esquerda.

Os antigos caçadores da região tinham por costume chamar um o encontro de águas dos rios de “Barra” e por esse motivo o local passou a se chamar de Três Barras.

Bem perto (1 Km) do local existe uma cachoeira de nome Salto de Escada onde a floresta se abre e convida o aventureiro a um belo e delicioso banho.

No passeio de dois dias o acampamento será no estilo selvagem. Barracas e equipamentos devem ser transportados em mochilas. O Bivak será feito nas proximidades das Três Barras.

Local: Fazenda Sakamoto

NASCENTE DO PARANAPANEMA
O Trekking da Nascente de Paranapanema consiste em uma caminhada de aproximadamente 12 horas, este percurso é feito por antigas estradas que foram abertas por volta de 1973 e atualmente se tornaram parte da Mata Atlântica novamente. (Pertence a ORSA que é uma firma de resinagem de pinus).

A flora é riquíssima e podemos encontrar ali todas as espécies vegetais da Mata Atlântica, neste local é mais difícil encontrar espécies de árvores que formam peão (raízes que crescem para baixo) devido à formação do solo, então a maioria das árvores encontradas são de árvores que espalham suas raízes logo abaixo da superfície do solo. Nesta área pode ser encontrada toda a fauna da Mata Atlântica em seu ambiente natural.

A primeira nascente encontrada chama-se Charcá porque são no total 9 nascentes distribuídas em várias pequenas grotas em meio à mata primária, o local não é muito fechado permitindo a entrada de luz solar e devido a isto um “jardim” de aproximadamente 1 metro de altura, com várias espécies, torna a paisagem muito bonita, onde o visitante pode enxergar grande distância abaixo das árvores.

A segunda nascente está a 2 horas de caminhada em relação à primeira e se encontra muito próxima do marco de cimento que se chama divisor das águas porque de um lado do morro nascem as águas do Rio Iporanga e do outro nascem águas que vão para o Paranapanema.

A terceira nascente é a que tem o maior volume de águas e também nasce em um Charcá. Como as outras a umidade encontrada no local e a quantidade de matéria orgânica é que possibilitam vida tão exuberante em terras tão fracas.

A trilha das três nascentes é muito intensa e rigorosa para um só dia de percurso, então deverá ser feita em dois dias com direito a camping selvagem. É necessário um bom guia e visitantes com aptidão para enfrentar uma longa caminhada.

TRILHA DO OITO
Caminhada por trilha natural em áreas intermitentes de Mata Atlântica e pastos em meio a Serra do Paranapiacaba.

Durante a caminhada, poderão ser avistados animais silvestres. Podem também ser apreciadas diversas espécies nativas da flora da Mata Atlântica, inclusive algumas que se encontram em extinção.

A grande diversidade biológica nos propicia uma verdadeira aula de educação ambiental. Durante o percurso atravessa-se o Rio das Conchas em dois pontos com muita segurança, mas com um gosto de aventura.

A trilha passa pelo Lombo da Anta: uma estreita elevação de terra entre o rio e o seu pequeno afluente de um certo ponto desta elevação pode se ver ao mesmo tempo os dois.

Mais adiante, num outro bloco de Mata Atlântica, deparamos com a Garganta do Anjo, que se trata de uma fenda causada naturalmente pela ação da água de um pequeno ribeirão que corre em seu leito, tendo a mesma uma profundidade que varia entre 5 e 10 metros e largura variável entre 2 e 4 metros.

A certa altura 3 figueiras lançam suas raízes que descem pelas paredes até o fundo, nos proporcionando uma visão exótica do que a natureza é capaz de criar.

Local: Fazenda Rio das Conchas
Percurso: 6 Km


TRILHA DO SORRISO
Caminhada em que se inicia margeando o Rio das Conchas, até encontrar o córrego novo, passando por trechos de Mata Ciliar e pasto, mais adiante adentrando pelo mato espremida entre dois grandes morros, seguindo pelo córrego, subindo suas corredeiras, deparamos com a visão da exuberante Cachoeira do Sorriso, que tem um contexto singular de beleza, com seus 15 metros de altura, terminando em uma pequena piscina natural.

Local: Fazenda Rio das Conchas
Percurso: 4 km


TRILHA DA UNIÃO
A caminhada se inicia pela estrada principal da fazenda, de onde se pode perceber pela topografia ondulada das terras a dificuldade e a rusticidade do trabalho e da mão de obra que fora empregada a mais de 20 anos atrás para a formação da pastagem da fazenda. Terra bruta, capoeira e muito trabalho com arado puxado por 3 juntas de bois.

Logo após um pequeno açude, percorremos um trecho de pasto, adentramos um bloco de floresta, seguindo por um pequeno córrego podemos no maravilhar com a beleza de suas corredeiras e com a rica biodiversidade da flora, mais adiante encontramos o paredão da Toca do Morcego, depois de subirmos pelo pasto, adentramos por um novo bloco de floresta e mais à frente encontramos outro ribeirão.

Descendo por suas corredeiras encontramos o córrego novo, que nos leva a linda cachoeira que muito justifica seu nome – Sorriso – que tem um contexto singular de beleza com seus 15 metros de altura e uma piscina natural a seus pés, cercada pela mata espremida entre dois grandes morros, seguindo suas corredeiras até sairmos da mata, andando novamente pelo pasto, chegando em outra trilha em meio à mata, passamos por uma estreita elevação de terra entre o rio e seu pequeno afluente, a qual chamamos de lombo da anta, atravessando neste local o Rio das Conchas e seguimos por sua margem dentro de uma densa floresta, passando pela encosta de um morro que nos leva a um outro bloco de mata, onde deparamos com a Garganta do Anjo, que se trata de uma fenda causada naturalmente pela ação da água de um pequeno ribeirão que corre em seu leito, tendo a mesma uma profundidade que varia entre 5 e 10 metros e largura variável entre 2 e 4 metros, a certa altura 3 figueiras lançam suas raízes que descem pelas paredes até o fundo, nos proporcionando uma visão exótica do que a natureza é capaz de criar, saindo da mata retornamos a estrada que nos leva de volta a sede turística, logo após atravessarmos novamente o rio das Conchas.

Local: Fazenda Rio das Conchas
Percurso: 13 km


TRILHA DAS DUAS BARRAS
Da sede da fazenda até o atrativo, são 45 minutos de caminhada em meio à mata preservada, as duas barras é o encontro do Rio Paranapanema com a Barra Esquerda, é um belo atrativo com um grande poço para banho em uma água cristalina, o percurso de volta a sede poderá ser realizado através do bóia-cross.
Local: Fazenda Sakamoto

Voltar

PUBLICIDADE