Informe seu e-mail para receber nossa Newsletter:

Newsletter:

Historico

Cidade: MONTEIRO LOBATO


Monteiro Lobato surgiu como núcleo espontâneo de povoamento, um bairro rural de Taubaté, durante a fase áurea da cafeicultura no Vale do Paraíba. Inicialmente, foi chamado de bairro de Buquira ao redor da capela de Nossa Senhora do Bonsucesso. Foi considerada freguesia, em 25 de abril de 1857, e incorporada ao município de Taubaté com a denominação de Nossa Senhora do Bonsucesso de Buquira. Foi elevada à categoria de vila em 26 de abril de 1880, como Buquira, em terras doadas por Francisco Monteiro, Barão e depois Visconde de Tremembé. Em 19 dezembro de 1900 ascendeu à categoria de cidade. Em 21 de maio de 1934 desceu na hierarquia urbana e, como distrito de paz, Buquira foi incorporada à São José dos Campos.

Por força de uma lei de 24 de dezembro de 1948, em 1950, com atual denominação, restabeleceu-se no município.

Antes de se chamar Monteiro Lobato , foram cinco nomes anteriores do município: Freguesia das Estacas, citada na ata da primeira sessão de Câmara dos Vereadores de Taubaté, em 8 de outubro de 1857, Vila das Palmeiras do Buquira; Vila do Buquira; e município de Buquira.

Buquira é de etimologia tupi guarani. Para Plínio Ayrosa, Buquira vem de mboquira, significando broto, ponta, enfeite, o que é macio. Teodoro Sampaio afirma que a palavra é curruptela de ybiquir ou ubuquir, terra banhada ou regada, onde chove. Noel Carlos dos Santos afirma que o significado de Buquira seria "Ribeirão do Pássaros". Na região de Buquira eram formadas aldeias dos índios Guaianazes. Mais tarde, foi local de parada de algumas bandeiras que demandavam os sertões de Minas Gerais, como a de Amador Bueno da Veiga.

Voltar

PUBLICIDADE