Informe seu e-mail para receber nossa Newsletter:

Newsletter:

Pontos Turísticos

Cidade: CANTAGALO


CASA DA FAZENDA GAVIÃO


O Palacete do Gavião, como era outrora conhecido, fica a 2 km da cidade. Foi a mais importante das muitas fazendas pertencentes a Clemente Pinto, o Barão de Nova Friburgo. O palácio por sua importância arquitetônica padroniza o apogeu cultural do ciclo do café na serra fluminense. Era a intenção do Barão fazer do local o Paço Municipal de Cantagalo, plano que não se concretizou. Está localizado no alto de uma colina, ladeado de palmeiras. É uma construção neoclássica, pintada rosa claro. Há uma planície que se estende diante do palacete por alguns quilômetros e no lado oposto, em direção a Cantagalo, até a Caixa de Despejo. Esta é uma remota recordação de Jean Nicolas, canalizador da água e esgotos da cidade, quando a febre amarela destruiu parte de sua população. A fachada frontal possui colunas de granito e soberba escadaria. Há ainda uma outra fileira de colunas remanescentes da lateral esquerda, com 12 m de altura. É uma construção térrea com porão alto. Diversas portas em folha dupla com caixilho de vidro, balaustres e molduras das portas e janelas em cantaria (pedra lavrada). O telhado em telha canal, escondido por platibanda. O palacete foi construído em torno de 1860, suas paredes ainda possuem vestígios de antiga pintura á óleo e na sala de jantar destacam-se os motivos de peixes, aves e frutas, trabalho artístico realizado por pintor trazido da corte especialmente para executar esse hábil trabalho. O projeto foi do arquiteto alemão Carl Friedch Gustavo Wehmelt que construiu não só o Palacete Gavião e o atual Palácio do Catete. Não é aberto a visitação, mas consta que possui parte do admirável mobiliário do período de sua construção. Cita-se cama de cedro com emblema imperial, onde D.Pedro II e a Imperatriz Tereza Cristina dormiram por ocasião da visita ao Palacete em 1883. Na capela, em intenção de Nossa Senhora da Conceição, pequeno quadro com autorização manuscrita de D.Pedro II, para ser rezada missa no local na ocasião da visita do casal imperial. Depois do almoço, o casal seguiu viagem utilizando o ramal férreo pertencente ao Barão em direção a São Fidélis. No travesseiro no qual repousa a cabeça do Imperador, em seu túmulo, foram colocadas terras do Palacete do Gavião. Foi um último desejo do Imperador atendido pelos descendentes do barão de Nova Friburgo. O palacete pode ser apreciado da RJ-160.


Voltar

PUBLICIDADE